4 de ago. de 2019

QUE INCHADINHA BRANCA VELA...


¡Que inchadiña branca vela 
antre os millos corre soa, 
misteriosa pura estrela!
Dille o vento en torno dela:
'Palomiña, ¡voa!,¡voa!”

Rosalía de Castro en Cantares Gallegos (1863).

A navegar onte Ulha e Sar arriba até o espolón de Padrón, em homenagem da gente do mar a Rosalia. Deliciosa ventolina do SW que nos foi portando na dorna Fiuza ao som da gaita.

No Sar as dornas com velas à cruz armadas na vara de portar,  e paus desarmados para passar as pontes.

Izada de velas coa marcha do antigo reino de Galiza,  remos em oferenda a Rosalia co hino galego; e polvo à feira, léria marinheira e festa nas ruas medievais da vila.

Álbum: Que inchadinha branca vela 2019

23 de xul. de 2019

REGATA DO CARME DE DORNAS A VELA

O San Alberte fixo-se notar nesta regata de dornas a vela do Carme de Ribeira. A saída foi em Coroso a superar a boia de desmarque contra o refachudo NW que imperava na abra de Ribeira. O comité de regatas determinava a obriga de tomar um riz. 


Na terceira pitada começava a dura singradura cos seguintes pontos de passo: a ilha dos Ratos, sinal do Lajareu, as Ínsuas, as Airoas, o sinal do Camouco e linha de meta de novo na praia de Coroso.

Na linha de saída e nos bordos de desmarque, a Moura, a Praia das Carolinas e a Xaimiña alviscam a dureza da regata e dirigem-se a porto. A Mañanciña ao pouco escacha o traste pola fura dando quilha ao sol e é rebocada a porto também. 



Continuam seis dornas a trabalharem a reu co San Alberte que vinha cada vez mais duro e revirado. A Teis decide meter os dous rizes, mas manter pau em candela, e resolve entrando pola linha de meta sem incidentes.

As dornas passam fachendosas polas Ínsuas demostrando a perícia das viradas ao público de Ribeira, que se arremuinhava no paredão do porto polas festas da dorna.



Reporta Marcos desde a nossa dorna xeiteira Insuabela, que ia de apoio coas visitas internacionais, que na empopada cara as Airoas as dornas em regata com rizes e paus tumbados chegam aos 6 nós, resultando-lhe difícil mesmo a motor segui-las.



A virada a sotavento das Airoas é algo mais tranquila, mas de novo trabalho duro cara o Camouco. Salseiros a esgalha, e tripulações enchoupadas, e dornas a embarcar auga. 




A Volandeira, em boa posição contra o final da regata, dá também quilha arriba na altura do Camouco sem darem feito a achicar. Abatem cara as Airoas até que a planeadora Correosa dá com eles. 

Resolve-se a regata case três horas depois da saída, entrando triunfadora a Áncora, com Adelino à cana e Manolo ao teste. Segue a Sandra com José Antonio e Carlos de segundos, a Zoa com Charly e Carlos de terceiros e finalmente a Teis com Victor e Brus. 



As caras eram de cansaço, mas de satisfação polo trabalho duro e a meta conquerida. As molhaduras forom importantes e as dornas vinham coas panas  a aboiar nos paineis. 

Na Correosa, o juiz, José María, estivo sem parar também. Foi um dia com muito ao que atender, e como sempre com muita profissionalidade pola súa parte e coa segurança como prioridade. Saudamos também a Cláudio que nos acompanhou co seu bote.

Classificação:
  • 1º Áncora
  • 2º Sandra
  • 3º Zoa
  • 4º Teis
Não finalizam:
  • - Volandeira
  • - Mañanciña
  • - Xaimiña 
  • - Praia das Carolinas
  • - Moura
  • - Isuabela

Coa roupa mudada e as dornas arranchadas passamos aos petiscos e convívio, e entrega de troféus. Álbum da entrega:

Álbum entrega troféus e convívio Regata do Carme 2019
Álbum da regata:

Álbum da regata do Carme 2019








18 de xul. de 2019

ANÚNCIO DE REGATA DO CARME - RIBEIRA

O vindeiro sábado 20 de julho, às 16:30, disputa-se a regata do Carme de dornas a vela organizada como todos os anos polo clube Lajareu por Barlovento de Ribeira.

Descarregar o anúncio de regata em pdf.

Animamos a todas as tripulações e clubes de dornas a se achegarem por Ribeira para participar na regata e passar umha boa tarde de convívio.


ENCONTRO DE EMBARCAÇÕES D'A GUARDA

O Lajareu participa no "Encontro de embarcações tradicionais de A Guarda". Por diante os parabéns à organização: CulturMar, Piueiro ... foi espetacular, malhado!!

 

Agradecimento máximo ao povo da Guarda, esse voluntariado de camisolas laranja que inçarom a vila marinheira, e que nos deixarom abraiados coa sua atenção, coordenação, simpatia em todo momento, e com todas as frontes sempre atendidas. Espectacular!




O porto e a vila prestou-se: acolhedor, prático, vistoso... A carpa marinheira: todo operativo, fluido, cômodo e sobre todo boíssimo!! (sabemos do esforço por eliminar o plástico e não foi possível. Há ser para a próxima e assi estar à altura do produto). 

O sistema de fundeio pensado com muito siso e armado con toda a profissionalidade. E o serviço de "chalaneo"... que dizer!? um abraço a essa equipa que estava em boca de todo o mundo polo bem que o fixerom. E também mui importante, o soporte nas navegacoes: profissionais de primeira!
 

Vídeo resumo do Lajareu:




Ficam muitos detalhes por mencionar, a música, o valo da ribeira a desfrutarmos do convívio marinheiro (galego, português, basco, catalanófono, irlandés...) Os centos de maquetas pola vila, as atividades no mar para as crianças... um encontro que não vamos esquecer.

Vai de seguido umha escolma de imagens de lembrança (preme na foto):

 
Álbum A Guarda Lajareu 2019


 

3 de feb. de 2019

CALENDÁRIO DE REGATAS 2019

Aprovado onte na assembleia do Lajareu, o calendário de regatas e travessias para dorna a vela, organizadas desde o clube de Ribeira para este ano:

Calendário de regatas e travessias Lajareu 2019

Este ano, como novidades, temos umha soa regata de primavera com cinco provas entre março e maio, e umha travessia mais (a definir) no mês de junho.


Como sabedes, cada prova da regata é aberta para todas as dornas que queiram participar de qualquer clube ou particulares. Haverá entrega de troféus o último dia da regata segundo a classificação por pontos de todas as provas nas que se participara. Rege o regulamento oficial da categoria "dorna" e o regulamento internacional de vela da ISAF.

As saídas (primeira pitada) darão-se às 16:30, devendo passar antes polo galpom do Lajareu para fazerdes a inscrição.

Ficam programadas também a tradicional regata do Carme e a jornada de convívio dorneiro com travessia a Palmeira.


E para animar-vos a participar, velai um vídeo dumha regata de inverno do Lajareu de anos anteriores: